Receba conteúdos EXCLUSIVOS sobre Marketing Digital (é grátis!)

Remarketing

Como usar o remarketing para aumentar suas vendas imediatamente e com baixo custo (GARANTIDO!)

image

Responda rápido! Você já passou pela seguinte situação?

Entrou em um e-commerce para pesquisar ou comprar um produto e, por algum motivo, acabou abandonando o site, sem concluir a compra. Após isso, passou a ser perseguido por anúncios da empresa em toda a web, seja em sites diversos ou no Facebook.

Tenho certeza de que a grande maioria das pessoas que está lendo este artigo respondeu positivamente. E posso deduzir, ainda, que muitas se perguntaram: como eles sabem que eu estou querendo comprar esse produto? Feitiçaria?

Como dizia um antigo comercial, "não é feitiçaria, é tecnologia"! E, mais especificamente, a grande tecnologia responsável por isso é o remarketing!

Sabendo disso, já pensou nas possibilidades que se abrem para que você possa utilizar esse recurso para aumentar as suas vendas? Ficou interessado em saber mais a respeito? Então, vou lhe explicar como o remarketing funciona!

Marketing com foco em resultado

Quando você entrou no e-commerce ou no site com o catálogo de produtos da empresa, você foi marcado com um cookie, um pequeno arquivo que fica armazenado em seu computador. Este cookie registra suas ações no site, como, por exemplo, quais páginas você visitou. Além disso, você é automaticamente inserido em uma lista de remarketing. Com essas informações em mãos, o e-commerce utiliza uma ferramenta, como o Google Adwords ou o AdRoll, para iniciar uma campanha de remarketing, exibindo a você anúncios personalizados na rede display do Google (composta por milhões de sites) e no Facebook. Esta campanha tem um “prazo de validade”, configurado manualmente, que pode variar de 1 a 540 dias, de acordo com o ciclo de venda médio que a empresa identificar para o seu produto, justamente para não continuar exibindo o anúncio desnecessariamente, depois que a pessoa perdeu o interesse ou já comprou o produto, seja na própria loja anunciante ou concorrente.

Como funciona o remarketing

"E daí?", você pode estar se perguntando. E daí que a chance de você fechar uma venda após um carrinho de compras abandonado ou visita do cliente ao seu site aumenta, já que você mantém contato com o seu potencial consumidor durante o período em que ele ainda está decidindo em qual loja comprar. A percepção de valor ao ver o seu anúncio “em toda a web” aumenta muito! Ele vai pensar: "Uau! Essa loja deve ser enorme! Eles anunciam em todos os lugares por onde eu passo!"

Ainda segundo estatísticas, 97% dos clientes de um e-commerce não compram em seu primeiro acesso. Este dado só reforça a importância do remarketing para induzir seus potenciais clientes a retornar à sua loja e comprar.

Mas a melhor parte disso tudo é que o custo envolvido para anunciar utilizando o remarketing é muito baixo, comparado com o retorno em vendas que ele proporciona. E isto só é possível porque você faz o anúncio direcionado a alguém que já tem interesse no seu produto e que precisa apenas de um "empurrãozinho" para fechar a compra!

E aí, gostou do remarketing? E se eu lhe dissesse que pode ficar ainda melhor? Pois é! Quando achávamos que a estratégia já era excelente, o Google surgiu com algo ainda mais interessante para quem tem lojas virtuais: O remarketing dinâmico.

Remarketing dinâmico: O fatality nos carrinhos abandonados

Quem já jogou Mortal Kombat conhece o que estou falando. O Fatality era (e ainda é) o momento preferido do jogo. O golpe final que arrancava suspiros dos jogadores.

E é assim que você vai se sentir, quando juntar a alta taxa de conversão do Google Shopping com o remarketing, na estratégia do remarketing dinâmico.

O funcionamento básico do remarketing dinâmico é o mesmo do remarketing. A diferença é que ele potencializa sua ação, mostrando para as pessoas nos seus anúncios da rede display os produtos que ela visualizou (e, em muitos casos, abandonou já no carrinho de compras), com base na sua lista de produtos cadastrada no Google Merchant (aconselho a quem ainda não conhece esta ferramenta fantástica que leia o excelente artigo no nosso blog: Como funciona o Google Shopping).

A pessoa clica no link do anúncio e já cai diretamente na página de detalhes do produto, aumentando muito as chances de recuperar vendas que estariam perdidas!

[BÔNUS] O remarketing como ferramenta de branding

Se você leu este artigo até aqui e ficou chateado por não possuir um e-commerce, não desanime! O remarketing também é uma excelente ferramenta de branding. Ao espalhar sua marca por todos os lugares da internet, as pessoas que já visitaram seu site e tiveram contato inicial com a sua empresa terão a percepção de que ela é líder no segmento em que atua, pois a maioria esmagadora não conhece as estratégias inteligentes utilizadas no mundo digital, nem que elas têm um custo tão baixo. A sensação é de que a sua empresa está investindo muito dinheiro em mídia, para aparecer em todos esses sites.

Sendo assim, o potencial consumidor cria uma maior percepção de valor da sua marca e se estimula a procurar os seus produtos ou serviços também no "mundo real".

Espero que este artigo seja útil para você! Se gostou, peço o seu "curtir" nas redes sociais. É ele que nos estimula a escrever artigos cada vez melhores.

Um grande abraço e até o próximo artigo!

Dúvidas de marketing digital

 

Mais populares